Catálogo
Voltar atrás
-10%

Pura Anarquia

Woody Allen

  • Edição Janeiro 2007
  • Colecção Gradiva
  • ISBN 978-989-616-196-5
  • Páginas 156
  • Dimensões 0 x 0
€11,10 €9,99

«Sinto-me profundamente aliviado pelo facto de o Universo ser finalmente explicável. Começava a convencer-me de que o problema estava em mim.» Começa assim «A física do físico», o singular exercício empreendido por Woody Allen de aplicação das leis do Universo à vida quotidiana.

Pura Anarquia transmite-nos a perspectiva pessoal de Woody Allen sobre temas que vão de amas delatoras («Querida ama») a roupas que cheiram a carne de porco cozinhada duas vezes («Sam, fizeste as calças demasiado bem-cheirosas»), passando por campos de férias de cinema («Calistenia, hera venenosa, montagem final») ou uma visão desapaixonada acerca de uma senhora muito atraente e uma trufa valiosíssima («Que letal se tornou o seu sabor, minha doce amiga»). E ainda fornece uma cunha que se adapta perfeitamente à perna de uma mesa coxa.

Pura Anarquia é clássico Woody Allen - perspicaz, espirituoso, inteligente e irresistível. Com esta colecção de dezoito contos inimitáveis, oito dos quais inéditos e dez publicados originalmente na revista New Yorker, Woody Allen, imaginativo e inventivo como nunca nem ninguém, volta a surpreender-nos.

O AUTOR

Woody Allen nasceu em Nova Iorque em 1935. Iniciou a sua carreira a escrever textos de humor e a fazer stand-up comedy, mas cedo passou aos filmes, escrevendo e realizando clássicos contemporâneos como Annie Hall (1977), Manhattan (1979), A Rosa Púrpura do Cairo (1985), Ana e as Suas Irmãs (1986), Os Dias da Rádio (1987), Maridos e Mulheres (1992) e Matchpoint (2005). Scoop (2006) é o seu filme mais recente. Escreve frequentemente para a The New Yorker.