Catálogo
Voltar atrás
Novidade
-20%

A República Possível (1910-1926)

Fernando Pereira Marques

  • Edição Novembro 2018
  • Colecção Trajectos Portugueses
  • ISBN 978-989-616-861-2
  • Páginas 308
  • Capa Brochada/capa mole
  • Dimensões 15,5x23
€13,00 €10,40

A situação em Portugal entre 1910 e 1926 não foi muito diferente da generalidade de
situações coetâneas noutras sociedades europeias, do ponto de vista da radicalização da
conflitualidade social e da instabilidade política. É, pois, redutor atribuir a queda da I República a «erros», a «faltas», a «desvios» – segundo as versões benignas de tipo historicista –, ou à perversidade «jacobina», «anticlerical», ou até «autoritária» dos políticos republicanos, segundo as versões de outros historiadores.


Em termos mais simples, não foi a balbúrdia de que falam alguns textos referindo-se a
esse período, o caos ou a catástrofe que a propaganda salazarista descrevia ou que ainda
vários sustentam, nem foi uma «Cousa Santa» traída por militares e por um ditador perverso.


Foi a «República possível» no contexto da sociedade portuguesa com as suas características e problemáticas específicas, um processo complexo mas modernizador que a ditadura militar e o salazarismo travaram eficazmente.