Catálogo
Voltar atrás
-10%

O Nosso Homem no Estoril

A. Travers

  • Edição Janeiro 2015
  • Colecção Entre Crimes
  • ISBN 978-989-616-657-1
  • Páginas 176
  • Dimensões 0 x 0
€13,50 €12,15

A 20 de Julho de 1936 despenhou-se uma avioneta na Quinta da Marinha.

Acidente ou sabotagem?

Acidente ou sabotagem?

Um policial de leitura imparável, onde a verdade se quer escondida!

20 de Julho de 1936. Dois dias depois de começar o «levantamento nacional» contra o governo republicano de Madrid, uma avioneta despenhou-se em Portugal, na Quinta da Marinha. De volta a Espanha, seguia nela José Sanjurjo, o general que iria dirigir o «levantamento». Era fácil juntar suspeitas a tal morte. Mas nem todos queriam que estas se transformassem numa busca da verdade. Pelo contrário!

Para o general Franco, a morte do general Sanjurjo constituía uma grande oportunidade. Acidente ou sabotagem? Procurar a resposta era tudo menos isento de dificuldades.

Em Lisboa, a investigação foi entregue ao inspector Miguel Neves. Sofrendo pressões da PVDE, recebeu instruções para seguir uma «pista comunista». Surgiram as dúvidas, adensou-se a curiosidade. E, por causa disso, foi mais longe do que queria.