Catálogo
Voltar atrás
-50%

PÚBLICOS DA CIÊNCIA EM PORTUGAL

António Firmino da Costa , António Firmino da Costa , António Firmino da Costa

  • Edição Janeiro 2002
  • Colecção Trajectos
  • ISBN 978-972-662-871-2
  • Páginas 196
  • Dimensões 0 x 0
€15,14 €7,57

Poder-se-á falar hoje de públicos da ciência? A hipótese mais geral subjacente a este livro é a de que as transformações sociais contemporâneas trouxeram consigo um novo modo de relação das populações com as instituições especializadas, passando de leigos a públicos. Esse processo, que acontece em diversas esferas, ocorre também com a ciência.
O presente livro tem por base uma investigação sociológica dos públicos da ciência na sociedade portuguesa actual. Inclui, muito em especial, uma análise das práticas de acesso da população a informação sobre ciência e de como elas se relacionam não só com níveis educacionais, mas também com práticas profissionais, culturais e de lazer. Analisam-se igualmente aspectos como as auto-avaliações de interesse e conhecimento nesta área ou como as concepções sobre a ciência e seus impactos sociais. São ainda examinadas as preferências dos públicos quanto a formas de divulgação científica, assim como propostas de cientistas, jornalistas e divulgadores a tal respeito.
O resultado principal a que se chegou foi a identificação na sociedade portuguesa contemporânea de sete modos típicos de relação com a ciência, tipologia esta que se revelou altamente elucidativa, podendo contribuir tanto para uma melhor compreensão do que se passa neste domínio como para agir nele de maneira mais informada.

António Firmino da Costa e Patrícia Ávila são professores do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE) e investigadores do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES/ISCTE). Sandra Mateus é investigadora do CIES/ISCTE.

A publicação deste livro foi tornada possível graças ao apoio da Fundação Calouste Gulbenkian.