Catálogo
Voltar atrás

O Peregrino e o Convertido

A religião em movimento

Danièle Hervieu-Léger

  • Edição Janeiro 2005
  • Colecção Religião Aberta
  • ISBN 978-989-616-057-9
  • Páginas 276
  • Dimensões 0 x 0
€5,00

As figuras do «peregrino» e do «convertido» permitem a Danièle Hervieu-Léger uma caracterização ampla da mobilidade religiosa contemporânea: o «peregrino», porque nele se descobre o perfil religioso de alguém cuja identificação passa, em primeira linha, pela ideia de «caminhada», por oposição a uma religiosidade sedentária; e o tipo «convertido», porque corresponde mais claramente à narrativa moderna da consagração da individualidade, uma vez que o «convertido» é aquele que escolhe, que adere pessoalmente, que legitima o seu processo de identificação religiosa a partir de uma determinada trajectória biográfica.
Talvez a discussão gerada pelas hipóteses interpretativas desta obra contribua para que sejam dados mais alguns passos na superação do subdesenvolvimento que ainda afecta a Sociologia da Religião em Portugal.

ALFREDO TEIXEIRA
Centro de Estudos de Religiões e Culturas
Universidade Católica Portuguesa

A religião está viva, não desapareceu, como alguns vaticinavam. E a inquietação religiosa irrompe espontânea, desenquadrada e por vezes bravia. Mas não faltam sinais preocupantes de que em torno dela a razão e a laicidade, frutos humanizadores da tradição ocidental, se encontram ameaçadas de uma dupla erosão: a de um laicismo serôdio e defensivo e a de um difuso integrismo religioso que disputam um ao outro o terreno político.

Neste contexto, a colecção «Religião Aberta» procura seleccionar obras que apresentem a um público não especializado as áreas relevantes da reflexão actual no campo religioso. A escolha não exclui, à partida, autores de qualquer religião ou de nenhuma. Haverá trabalhos que representam a fé em busca de uma inteligência de si própria, mas outros haverá de especialistas em história ou ciências sociais e humanas que assumem uma posição mais distanciada, de observadores atentos.

«Religião Aberta» pretende contribuir para que se afirme e entenda, sem preconceito, a diferença; que se discorde e argumente, mas com critério.