Catálogo
Voltar atrás
-10%

BUSH EM GUERRA

Bob Woodward

  • Edição Janeiro 2003
  • Colecção Fora de Colecção
  • ISBN 978-972-662-899-6
  • Páginas 376
  • Dimensões 0 x 0
€18,68 €16,81

Ao ler este livro fica-se com a impressão de que Bob Woodward - dotado de uma capacidade de investigação inigualável - terá conseguido colocar um sistema de escuta na Casa Branca, de tal modo revela em pormenor como o presidente George W. Bush e os seus principais conselheiros de segurança nacional agiram após o choque e a tragédia do 11 de Setembro e como decidiram, para enfrentarem a ameaça apocalíptica, levar a nação para a guerra.
As citações de deliberações secretas do Conselho de Segurança Nacional e a revelação em primeira mão dos pensamentos, preocupações e receios do presidente e do seu gabinete de guerra fazem de Bush em Guerra uma crónica sem precedentes de uma presidência num momento de crise gravíssima.
Baseado em entrevistas a mais de uma centena de fontes e em quatro horas de entrevistas com o presidente, Bush em Guerra revela a visão global, quase grandiosa, do presidente sobre a reconstrução mundial.
Woodward retrata admiravelmente, num período dramático, o presidente e os seus conselheiros, três dos quais podiam ter chegado, eles próprios, à Presidência dos Estados Unidos:
O vice-presidente, Dick Cheney, um homem taciturno e de linha dura, sempre a pedir mais urgência em relação ao Afeganistão e a pressionar na questão do Iraque.
O secretário de Estado, Colin Powell, diplomata cauteloso e soldado leal, a quem foi confiada a construção de uma coligação internacional numa administração com tendência para o unilateralismo.
O secretário da Defesa, Donald Rumsfeld, o agitador cerebral e a estrela dos media, que dirigiu as forças armadas na campanha do Afeganistão e que espera dirigi-las contra o Iraque.
A conselheira de Segurança Nacional, Condolezza Rice, sempre presente para resolver os problemas e que surge, talvez supreendentemente, como a conselheira mais importante do presidente.
Bush em Guerra inclui ainda um retrato vivo do director da CIA, George Tenet, pronto - ou até desejoso - para lançar acções secretas contra os terroristas no Afeganistão, e, a nível mundial, acompanha o líder de uma equipa paramilitar da CIA numa missão secreta no Afeganistão, destinada a angariar apoios no país que obrigou a transportar milhões de dólares em gigantescas malas de viagem.
Um livro incontornável para quem queira compreender o pensamento e o projecto político do presidente Bush, as horas que estamos a viver, o tempo que virá.

BOB WOODWARD, editor-adjunto do The Washington Post, é repórter e editor de imprensa há mais de trinta anos. Foi autor ou co-autor de oito best sellers de não-ficção, entre os quais quatro obras sobre a presidência - o famosíssimo All the President's Men (1974), The Final Days (1976), The Agenda (1994) e Shadow (1999) - e outras sobre o Supremo Tribunal (The Brethren, 1979), a cultura da droga em Hollywood (Wired, 1984), a CIA (Veil, 1987) e o Pentágono (The Commanders, 1991). É também autor de uma obra sobre a campanha presidencial americana (The Choice, 1996) e outra sobre o presidente da Reserva Federal Alan Greenspan (Maestro, 2000). Tem duas filhas, Tali e Diana, e vive em Washington, D. C., com a mulher, Elsa Walsh, colaboradora de The New Yorker.