Catálogo
Voltar atrás
-10%

DIPLOMACIA

Henry Kissinger

  • Edição Janeiro 1
  • Colecção Fora de Colecção
  • ISBN 978-972-662-451-6
  • Páginas 793
  • Dimensões 0 x 0
€37,86 €34,07

" O livro de Kissinger toca as mais importantes questões da actualidade.
[...] As páginas brilham com a sua perspicácia."
-Simon Schama, The New Yorker

"Trata-se de um grande livro [...] A análise dos factos é irrepreensível.
O estilo de mestre."
-George P. Shultz


" Esta obra extremamente rica e contraversa é, a um tempo, um estudo fascinante sobre as crises internacionais que formaram o mundo moderno e uma reflexão provocadora sobre as relações externas norte-americanas."
- Arthur Schlesinger, Jr.

" Diplomacia é a melhor obra sobre o assunto publicada nos últimos trinta anos. "
- Walter Laquer

"Um estudo sobre a diplomacia ocidental magnificamente escrito [...] Contundente, perturbador, mas sempre absorvente."
Michiko Kakutani,The New York Times


HENRY KISSINGER nasceu na Alemanha em 1938 e naturalizou-se americano em 1954. Licenciou-se em Harvard com distinção e dirigiu até 1969 o Harvard International Seminar. Foi nomeado secretário de Estado em 1973, cargo que desempenhou até Janeiro de 1977. Entre 1969 e 1975 foi conselheiro do presidente dos Estados Unidos para os assuntos de segurança. Em 1973 foi galardoado com o Prémio Nobel da Paz.

Nesta obra fascinante e monumental - sem dúvida uma das mais importantes do século XX-
Kissinger conta-nos a história da diplomacia. Apresentando uma interpretação pessoal dos factos e relatando as negociações que realizou enquanto secretário de Estado com muitos dos grandes dirigentes mundiais,demonstra como a arte da diplomacia levou ao mundo em que hoje vivemos e como os Americanos - protegidos pelo isolacionismo do seu país e escudados numa desconfiança em relação à velha ordem - conduziram uma política internacional única.

Analisando mais de três séculos de história, de Richelieu - o pai do estado moderno - à nova ordem mundial, Henry Kissinger vem mostrar como a diplomacia moderna nasceu das tentativas e experiências do precário equilíbrio de poder entre guerra e paz e de que modo a América, por vezes correndo riscos, recusou sempre os ensinamentos destas experiências. O retrato pormenorizado dos maiores dirigentes mundiais - de Gaulle, Nixon, Chu En-Lai, Mao, Gorbatchev - fornece ainda aos leitores uma visão singular das cimeiras diplomáticas.

Enquadrada por um profundo conhecimento histórico,rara perspicácia, uma boa dose de ironia e uma compreensão notável das forças que congregam e dividem as nações ,
Diplomacia é uma obra fundamental de leitura obrigatória.

Imortal de José Rodrigues dos Santos

Conhecer o livro Veja o vídeo