Catálogo
Voltar atrás
-10%

Engenho Luso e Outras Crónicas

Carlos Fiolhais

  • Edição Janeiro 2008
  • Colecção Fora de Colecção
  • ISBN 978-989-616-253-5
  • Páginas 140
  • Dimensões 0 x 0
€9,09 €8,18

Este livro reúne as crónicas do autor publicadas no jornal Público sobre diversos temas da nossa actualidade ou da nossa história, mas muito em particular sobre educação e cultura. No prefácio, José Manuel Fernandes, director desse jornal, escreve:

«Físico, [Carlos Fiolhais] tem os pés bem assentes na terra (o que nem sempre acontece aos físicos) e, sobretudo, é capaz de tornar simples o que está na fronteira da máxima complicação.

No entanto, quando o convidei para escrever regularmente no PÚBLICO, não lhe pedi o que talvez fosse mais fácil: fazer uma crónica divertida sobre a evolução da disciplina que domina. Pedi-lhe apenas para ser ele, iconoclasta e imprevisível e com liberdade para escrever sobre o que bem entendesse.

Foi exactamente o que ele fez. Com dois brindes: primeiro, fosse qual fosse o tema que escolhesse, via-o sempre de uma perspectiva que é rara num mundo onde todos tendem a falar do mesmo e da mesma forma; depois, ao lê-lo aprendíamos sempre qualquer coisa, e quase nunca sobre física. O Carlos Fiolhais revelou-se, como cronista, uma espécie de homem do Renascimento, senhor de uma cultura enciclopédica que lhe permitia sempre associar o que parecia uma notícia ou um evento banal a um conceito, um acontecimento histórico, uma descoberta, uma história ou um personagem que nos deixava sempre mais ricos.»


O AUTOR

CARLOS FIOLHAIS é professor de Física na Universidade de Coimbra e director da Biblioteca da mesma Universidade. É autor de cerca de quatro dezenas de livros, incluindo, na Gradiva, Física Divertida (este com edições no Brasil, Espanha e Itália), Universo, Computadores e Tudo o Resto, A Coisa Mais Preciosa que Temos, Curiosidade Apaixonada e Nova Física Divertida. Tem mais de uma centena de artigos científicos publicados, um dos quais com mais de 5600 citações. Tem escrito em vários jornais, como o Público e o Sol, além de ter tido intervenções na rádio e na televisão. Recebeu vários prémios e distinções nacionais.