Autores

Voltar atrás

Eduardo Paz Ferreira

Biografia

Cinquenta anos atrás, juntou-se à Oposição Democrática nos Açores e contestou a Mocidade Portuguesa, o que lhe saiu caro. Na Universidade, esmagado entre os defensores da lei, da ordem e dos «gorilas» e os radicais de esquerda, não hesitou em ficar ao lado dos que queriam o fim da ditadura. Com um pequeníssimo grupo de amigos, esteve na génese do PS. Firmada a democracia e, apesar de convicto da importância dos partidos, não lhe apeteceu filiar-se e iniciou um percurso livre, sempre na área do socialismo democrático.

Lutou em momentos fundamentais, como a defesa da liberdade de imprensa – era então jornalista da República de Raul Rêgo. Esteve ao lado de Ramalho Eanes nas duas
presidenciais e na campanha do PRD. Com Francisco Salgado Zenha conheceu o amargo sabor da derrota, minimizado pela vitória de Mário Soares na segunda volta. Licenciado, mestre e doutor em Direito, é professor catedrático da FDUL e presidente dos Institutos de Direito Económico Financeiro e Fiscal e de Direito Europeu da Faculdade. Lecciona há quarenta anos Finanças Públicas e Direito Europeu, sem perder a esperança de ajudar à formação de bons juristas e cidadãos conscientes.
Inquieta-se, com frequência, com o presente e o futuro do país, da Europa e do Mundo e organiza movimentos de opinião e conferências. Quando o deixam, vai à televisão falar destas coisas.

De entre os muitos livros que escreveu e organizou, recordam-se os mais recentes: Da Europa de Schuman à Não Europa de Merkel (2014), Encostados à Parede (2015) e Por uma Sociedade Decente (2016).