Newsletter
Receba as nossas novidades na sua caixa de correio.


Descarregue aqui o catálogo da editora em formato pdf.
10%
DE MARCELO A MARCELO - Caminho de Pedras Soltas
Colecção: Fora de Colecção

Páginas: 160
Ano de edição: 2017
ISBN: 978-989-616-779-0
Capa: Brochado (capa mole)
14 €
12,60 €

Quantidade:
Sinopse
Os livros de Joaquim Silva Pinto são um contributo precioso e frequentemente surpreendente para a história dos últimos anos de Salazar, do período marcelista, em que foi uma das personalidades mais activas da ala liberal, e do pós 25 de Abril, em que integrou o MASP, sendo um colaborador próximo de Mário Soares.

A qualidade intelectual que é unanimemente reconhecida ao Autor, a rara possibilidade que teve de uma visão de conjunto que lhe permitiu privilegiadamente identificar os contrastes, a vivência pessoal singular, a coragem desassombrada e a narração incisiva e colorida tornam a leitura dos seus livros um raro e enriquecedor prazer intelectual.

Populismo à portuguesa, «evoluçãozinha» na continuidade, figuras públicas entre afectos e carências, diáspora portuguesa em Madrid de 75 a 78, episódios quase desconhecidos das circunstâncias da iniciativa de edificação da ponte sobre o Tejo e da reeleição de Américo Tomás, apontamento sobre preconceitos antes e depois da Revolução de Abril, atribulado processo de sucessão – destino das condecorações e uma polémica dedicatória a José Veiga Simão são alguns dos episódios contados ou tratados no livro.

Factos dramáticos ou divertidos, observações irónicas, inquietações. Sempre com o objectivo de fazer reflectir sobre o passado, mas também sobre o futuro pró­ximo, que o Autor, informadamente, pensa vir aí.
Autor(es)
JOAQUIM SILVA PINTO integrou os governos de Marcello Caetano dos 33 aos 39 anos, numa preocupação renovadora. Foi próximo de Melo e Castro e Pinto Leite. Em 1975, passou a viver em Madrid, começando como empregado e evoluindo com sucesso nos meios empresarial e associativo. Regressado a Portugal em 1981, colaborou em grandes empresas, que apoiou na área da internacionalização.

Como dirigente associativo, dentro e fora das nossas fronteiras, participou também em realizações dedicadas às problemáticas das PME e indústrias criativas. Docente universitário, especializou-se em organização empresarial. Após intervir no MASP, voltou à política activa durante cinco anos, sendo deputado à Assembleia da República e líder de bancada na Câmara Municipal de Oeiras. Veio a afastar-se do PS em oposição frontal a Sócrates. Prossegue a sua actividade empresarial como administrador nas áreas financeira e comercial. Tem presentemente 81 anos e assume-se publicamente favorável ao envelhecimento (amadurecimento) activo.

Tem já publicadas pela Gradiva as obras Do Pântano Não Se Sai a Nado, Portugal - Desalento e Esperança e Vale a Pena Não Ter Medo - Personagens de Quase Ficção.