Newsletter
Receba as nossas novidades na sua caixa de correio.


Descarregue aqui o catálogo da editora em formato pdf.
50%
A COISA MAIS PRECIOSA QUE TEMOS
Colecção: Ciência Aberta

Páginas: 216
Ano de edição: 2002
ISBN: 978-972-662-865-1
13,12 €
6,56 €


Sinopse
«Gostei muito [deste livro]. Em particular, da combinação da informação científica séria com o humor e a coragem.»

Professor Mario Bunge, McGill University

Neste livro que prende e interpela o leitor, Carlos Fiolhais, físico, professor e grande comunicador, começa por explicar o trabalho do cientista, o modo como se distingue de outras actividades humanas, a criação da ciência e, depois, o seu ensino e divulgação junto do grande público.

Reflectindo sobre o modo como a ciência e a cultura científica têm sido encaradas no nosso país, o autor subscreve e fundamenta a conclusão inevitável de que Portugal deve a si próprio um encontro mais fecundo com a ciência e a tecnologia, um encontro com o progresso, com o futuro.

Mas, perguntará o leitor que ficou curioso com o título: «Qual é, afinal, a 'coisa mais preciosa que temos'?» O título foi retirado de uma famosa citação daquele que é talvez o maior cientista de todos os tempos, Albert Einstein. Esteja o estimado leitor descansado que, se ainda não sabe, não vai tardar a saber. Encontrará a resposta logo no final do primeiro capítulo. E perceberá melhor porquê ao longo de todo o livro.

Carlos Fiolhais
Autor(es)
CARLOS FIOLHAIS (n. 1956).

Doutorado na Universidade Goethe, em Frankfurt am Main, em 1982. É professor de Física na Universidade de Coimbra. Publicou mais de 60 livros, alguns deles editados noutros países, entre os quais, na Gradiva,  Física Divertida, Nova Física DivertidaA Coisa Mais Preciosa que Temos, Curiosidade Apaixonada, Engenho Luso e Outras Crónicas, Darwin aos Tiros e Outras Histórias de Ciência e Pipocas com Telemóvel e Outras Histórias de Falsa Ciência (os dois últimos com David Marçal).

Foi Director da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra.

É um dos cientistas e divulgadores de ciência mais conhecidos em Portugal. Foi agraciado com vários prémios e distinções, entre os quais um Globo de Ouro da SIC e a Ordem do Infante D. Henrique.

Consulte o blog do autor em http://dererummundi.blogspot.com.

Foi o vencedor do Grande Prémio Ciência Viva Montepio 2017.