Newsletter
Receba as nossas novidades na sua caixa de correio.


Descarregue aqui o catálogo da editora em formato pdf.
50%
Regresso ao Futuro - A Nova Emigração e a Sociedade Portuguesa
Colecção: Trajectos

Páginas: 328
Ano de edição: 2016
ISBN: 9789896167073
Dimensões: 15,5 x 23 cm
15,9 €
7,95 €

Quantidade:
Sinopse
O que tem levado tantos portugueses a emigrar? O que vão fazer?
Este é o estudo que faltava sobre a emigração recente em Portugal.


O projeto de investigação no qual este livro se baseia procurou compreender a dimensão e as características dos novos movimentos da emigração portuguesa, tendo sobretudo em conta as relações que os novos emigrantes mantêm com o país de origem.
Entre as principais questões a esclarecer encontra-se o caminho que Portugal irá seguir após a encruzilhada da crise mundial de 2008 e do resgate financeiro de 2011. Estarão os novos movimentos de emigração fortemente dependentes da conjuntura, vindo a desacelerar após uma eventual recuperação económica do país? Serão um tipo de movimento distinto, que cria novas formas de transnacionalismo, a partir do qual a existência de duplas residências e de duplas atividades não põe em causa as ligações e interesses económicos no país? Ou serão um indicador da perda de espessura da sociedade  portuguesa, que pode assim ver-se sem muitas das suas elites e força de trabalho, acentuando o seu estatuto periférico na Europa?
Num contexto de inúmeros debates sobre a nova emigração portuguesa, este livro fornece respostas fundamentadas e sérias, contribuindo decisivamente para a reflexão e o conhecimento desta temática com consequências para o nosso futuro.
Autor(es)
Alexandra Ferro: Licenciada em Relações Internacionais pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e Mestranda em Migrações, Interetnicidades e Transnacionalismo na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (FCSH/UNL). Áreas de interesse: migrações, emigração, transnacionalismo.
Aline Schiltz: Investigadora do Centro de Estudos Geográficos do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território, Universidade de Lisboa (IGOT/ULisboa). Doutorada em Ciências Políticas pela Universidade do Luxemburgo (2013), Mestre em Geografia Humana pelo IGOT/ULisboa (2007) e licenciada em Geografia Humana pela Universidade Livre de Bruxelas (2003). Áreas de interesse: migrações, espaço social transnacional, migrações intra-europeias, emigração, Luxemburgo.
Bárbara Ferreira: Investigadora do Centro de Estudos Geográficos do IGOT, Universidade de Lisboa e membro colaborador do SOCIUS/CSG (Centro de Investigação em Sociologia Económica e das Organizações) do ISEG, Universidade de Lisboa (ISEG/ULisboa). Licenciada em Ciência Política e Relações Internacionais pela FCSH/Universidade Nova de Lisboa, Mestre em Desenvolvimento e Cooperação Internacional pelo ISEG/ ULisboa e doutoranda em Sociologia Económica e das Organizações no ISEG/ULisboa. Áreas de interesse: desenvolvimento local, estudos urbanos, sociologia económica, migrações.
Duval Fernandes: Possui licenciatura em Ciências Económicas pela Universidade Federal de Minas Gerais (1975), mestrado em Economia (1977) e doutoramento em Demografia (1987) pela mesma universidade. Actualmente e professor adjunto III da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) e professor visitante da Universidade Peruana Cayetano Heredia. Tem experiência na área de demografia, com ênfase em mortalidade, actuando principalmente nos seguintes temas: migração internacional epolíticas públicas, distribuição espacial da população, mercado de trabalho, indicadores sociopopulacionais e saúde.
Ermelinda Liberato: Doutorada em Estudos Africanos, pelo ISCTE-IUL, em Lisboa, investigadora do Centro de Estudos Internacionais do ISCTE-IUL (CEI-IUL), ex-CEA. Professora na Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto, em Luanda. A par da docência também se dedica a investigação, em questões de desenvolvimento, pobreza e estratégias de sobrevivência, economia, migração, questões de género, educação e formação de quadros, bem como produção de conhecimento em África.
Eugénio Santana: Investigador do Centro de Estudos Geográficos do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território, Universidade de Lisboa (IGOT/ULisboa) e professor da Escola de Comunicação e Arte da Universidade Eduardo Mondlane, Moçambique. Licenciado em Antropologia e Mestre em Migrações, Interetnicidades e Transnacionalismo pela FCSH/Universidade Nova de Lisboa. Doutorando em Migrações no IGOT/ULisboa, com bolsa atribuída pela FCT. Áreas de interesse: migrações, identidades pós-coloniais, práticas culturais.
Georges Lemaître: Investigador das migrações internacionais, recentemente aposentado pela OCDE. Antes de se envolver na análise dos fenómenos e políticas migratórias internacionais, esteve ligado a análise do mercado de trabalho para o OECD Employment Outlook e dirigiu a área das estatísticas sociais quando as avaliações do PISA foram desenvolvidas e lançadas. O seu trabalho sobre as migrações internacionais tem focado a harmonização das estatísticas de imigração, a análise da integração e políticas de integração dos imigrantes e a gestão da migração nos países da OCDE.
Inês M. Raimundo: Geógrafa, Mestre em Geografia Humana e doutorada em Migrações Forcadas pela University of the Witwatersrand, Joanesburgo, África do Sul. E docente (graduação e pós-graduação) da Universidade Eduardo Mondlane, Moçambique, no Departamento de Geografia da Faculdade de Letras e Ciências Sociais. E investigadora sénior da mesma universidade, no Centro de Análise de Políticas. Áreas de interesse: migrações (internas e internacionais), segurança alimentar, HIV, género e mudanças climáticas. É desde 2012 Directora-Adjunta da Pós-graduação da Faculdade de Letras e Ciências Sociais.
Isabel Tiago de Oliveira: Professora Auxiliar no ISCTE — Instituto Universitário de Lisboa e investigadora do CIES (Centro de Investigações e Estudos de Sociologia). Concluiu o Mestrado e o Doutoramento na área da Demografia pela FCSH da Universidade Nova de Lisboa. Áreas de interesse: demografia, fecundidade, migrações.
Joana Azevedo: Professora Auxiliar Convidada na Escola de Sociologia e Políticas Públicas do Instituto Universitário de Lisboa, ISCTE-IUL, e investigadora no CIES-IUL e no Observatório da Emigração. Doutorada em Teoria e Investigação Social pela Universita degli Studi di Roma «La Sapienza» e licenciada em Sociologia pelo ISCTE-IUL. Interesses de investigação: sociologia das migrações, imigração e emigração portuguesa, migrações qualificadas, participação política e políticas migratórias.
João Peixoto: Professor Catedrático no Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa (ISEG/ULisboa) e investigador no SOCIUS/CSG (Centro de Investigação em Sociologia Económica e das Organizações), ISEG/ULisboa. Licenciado em Sociologia pelo ISCTE e doutorado em Sociologia Económica e das Organizações pelo ISEG/UTL. Áreas de interesse: migrações internacionais, demografia, sociologia económica.
Jorge Malheiros: Geógrafo e investigador do Centro de Estudos Geográficos do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa, onde também desempenha as funções de Professor Associado. Desenvolve investigação nas áreas dos estudos sociais urbanos e das migrações internacionais, com destaque para a integração dos imigrantes, as dinâmicas demográficas, os problemas da habitação e da segregação e as relações fronteiriças e transnacionais. Publicou diversos trabalhos em Portugal e no estrangeiro e participou e coordenou projectos no domínio das migrações, da integração, da exclusão social e da habitação, sendo membro do comité editorial do IMISCOE -Amesterdam University Press (Migration) e correspondente português do SOPEMI-OCDE.
José Carlos Marques: Professor Adjunto com Agregação do Instituto Politécnico de Leiria (Escola Superior de Educação e Ciências Sociais) e investigador do CICS.NOVA.IPLeiria. Licenciado em Sociologia pela Universidade de Évora e Doutorado em Sociologia pela Universidade de Coimbra. Os seus interesses de investigação têm incidido sobre as migrações internacionais, as políticas migratórias, os fluxos migratórios portugueses, a migração qualificada e o processo de integração dos imigrantes na sociedade portuguesa.
Paulo Miguel Madeira: Geógrafo e jornalista, investigador do Centro de Estudos Geográficos do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (IGOT) da Universidade de Lisboa. Doutorando em Geografia. Licenciado e mestre em Geografia pelo IGOT, com uma dissertação sobre «Regiões Europeias Ganhadoras e Perdedoras na Globalização Económica da Transição do Século XX para o XXI». Os seus interesses de investigação abrangem a geografia económica e social e políticas de desenvolvimento territorial; geografia política, geoeconomia, migrações; geografia urbana e regional e ordenamento do território.
Pedro Candeias: Licenciado e Mestre em Sociologia pelo ISCTE-IUL e doutorando em Sociologia no ICS/Universidade de Lisboa, com bolsa atribuída pela FCT. Colaborou em projectos de investigação e publicações sobre migrações, minorias étnicas e ex-toxicodependentes.
Pedro Góis: Sociólogo (Universidade de Coimbra, 1996), Mestre em Sociologia (Universidade de Coimbra, 2003) e Doutor em Sociologia (Sociologia da Cultura, do Conhecimento e da Comunicação) (Universidade de Coimbra, 2011). Foi até 2015 docente na Universidade do Porto, onde leccionou nas Faculdades de Belas Artes, Psicologia e Ciências da Educação e Faculdade de Letras. É actualmente Professor na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e investigador do Centro de Estudos Sociais. Tem vários livros e numerosos artigos publicados em Portugal e no estrangeiro sobre migrações internacionais, sociologia da etnicidade e sociologia da identidade. No domínio das migrações em Portugal e/ou na Europa, tem publicado sobre emigração portuguesa, cabo-verdiana, ucraniana e brasileira. Nos últimos anos foi consultor em vários projectos da Organização Internacional das Migrações na Arménia, Nigéria, Brasil, Irlanda, Bélgica, Cabo Verde e Portugal.