Catálogo
Voltar atrás
-10%

O PRIVADO NÃO SE REPARTE

Maria do Carmo Peralta

  • Edição Janeiro 2003
  • Colecção Gradiva
  • ISBN 978-972-662-885-9
  • Páginas 172
  • Dimensões 0 x 0
€12,11 €10,90

"Não me fales de futuro, amor! O meu futuro é o presente, iluminado pelas sombras do passado. Fala-me do presente, amor! Fala-me de amor! Nunca fales de futuro a quem já não o tem, porque futuro é utopia e eu, amor, há muito tempo que a perdi. Essa fé que transforma tudo em ouro, essa fé que já não tenho. Tive. E se tenho presente, sei que o devo à fé passada. Fala-me de amor. Enche o meu peito de emoção, a minha cabeça de alegria. Longe vai o tempo das fadas, o tempo bendito do futuro. Não me fales de projectos, amor! Cedo, demasiado cedo, vivi o projecto que tarde, ou nunca, aconteceu. Não me fales de sonhos! Cansei-me de sonhos presentes no meu presente. A vida é dona de si, animada por seres errantes, mutantes, submetidos aos seus caprichos, de vez em quando fazendo guerrilha.
(...) Quero a vida simples! Quero abrir interruptores, fazer estufados demorados, ser picada pelos mosquitos, ter frio e acender a lareira, comer fruta com bicho, sentir o cheiro das rosas. Prescindo da electrónica. A parte que me cabe do progresso vai para os pobres. Sinto-me mal! Faço dietas para encobrir os excessos. Sinto vergonha! Fala-me de amor!"