Catálogo

Voltar atrás
Novidade
-10%

Manifesto Para a Produtividade

E o Desazo da Economia Portuguesa

António S. Carvalho Fernandes

  • Edição Setembro 2018
  • Colecção Trajectos Portugueses
  • ISBN 978-989-616-850-6
  • Páginas 192
  • Capa Brochado/capa mole
  • Dimensões 15,5x23
€15,00 €13,50
Brevemente

As elites que nos governam há 40 anos não souberam tirar Portugal do fim da União Europeia e da OCDE. Políticos, empresários, professores universitários e corporações têm de se perguntar sobre este fracasso.


Três bancarrotas adiaram o país 20 anos, produto de uma inaceitável ignorância dos dirigentes de então.


Serão as nossas condições culturais insuperáveis? Não! Podemos crescer. Outros países o conseguiram. Um eficaz sistema de igualdade de oportunidades confirmaria essa possibilidade.


Uma cultura de eficiência, de premiação do sucesso e de responsabilização levar-nos-ia ao bom caminho.


Primeiro será preciso, para que esse mandato surja, explicar aos cidadãos o que é necessário fazer para o país enriquecer com benefícios para todos.
Segundo, esclarecer que não se pode esperar por melhor saúde, justiça ou educação sem
o acréscimo de valor que não temos sabido criar.


Terceiro, mostrar que só há desenvolvimento se as empresas assegurarem o crescimento económico do país. É condição imprescindível.

De facto, o crescimento sustentado depende do aumento das produtividades, o que requer mais iniciativa e muito mais investimento produtivo.

E, para mais investimento, é necessário poupar, otimizar os nossos recursos e haver a visão de retornos atraentes. Todas as mães de família sabem isto, qualquer português o percebe se for bem explicado.


Este livro é um desafio às nossas elites e um Manifesto para a Produtividade.