Newsletter
Receba as nossas novidades na sua caixa de correio.


Descarregue aqui o catálogo da editora em formato pdf.
50%
JARDIM DE CIMENTO
Autor: Ian McEwan
Colecção: Obras de Ian McEwan

Páginas: 144
ISBN: 972-662-062-7
11,62 €
5,81 €


Sinopse
A publicação de O Jardim de Cimento - o primeiro romance de Ian McEwan, cuja colectânea de contos Primeiro Amor, Últimos Ritos já havia sido galardoada com o Prémio Somerset - anunciava a singularidade das obras futuras de um autor que, integrando-se numa geração que procurou renovar as letras inglesas, é hoje reconhecido como um dos maiores escritores da ficção mundial contemporânea.

O Jardim de Cimento considerado pela crítica simultaneamente chocante e perfeito, mórbido mas terrivelmente irresistível, é uma narrativa contada na primeira pessoa pelo seu protagonista, Jack, um rapaz de quinze anos que vive com duas irmãs adolescentes e um irmão pequeno. Com a morte dos pais, os quatro jovens experimentam uma sensação extraordinária de perda e liberdade. Num clima de isolamento quase doentio, tornam-se personagens de um universo estranho e entregam-se despreocupadamente a jogos solitários, ao desmazelo, à apatia e às fantasias mais arrebatadoras. Mas a consistência destas figuras está longe de se cingir a uma minoria marginal, remetendo-nos antes para a organização simbólica da comunidade como um todo. A ausência de valores não aparece neste romance como um caso específico, constituindo um sintoma de que nada afinal distingue o verdadeiro do falso, o útil do inútil, o sagrado do interdito. E tudo isto contado com um realismo inquietante, sem concessões nem rodeios, onde a morte e o sexo espreitam a cada porta para fazer saltar o verniz das convenções, dos preconceitos morais e do conservadorismo britânico. Sensual, perturbador, fascinante: uma pequena obra-prima.

«Recria maravilhosamente a ambiência  do momento da vida dos jovens em que estes alcançam a vida adulta instantânea por que todos anseiam, em que o vulgar ganha um brilho de mistério e o extraordinário parece uma banalidade. É difícil pôr defeito na escrita ou na construção desta fábula sinistra.»

Sunday Times


«Um trabalho extraordinariamente seguro, tecnicamente competente e incrivelmente poderoso.»

Observer
Autor(es)
Ian McEwan nasceu a 21 de Junho de 1948, em Aldershot, Inglaterra.

É autor de dois livros de contos – Primeiro Amor, Últimos Ritos (Somerset Maugham Award 1976) e Entre os Lençóis – e onze romances – O Jardim de Cimento (adaptado ao cinema em 1993), A Criança no Tempo (vencedor do Whitbread Award 1987), O Inocente (adaptado ao cinema em 1993), Estranha Sedução (adaptado ao cinema em 1990), Cães Pretos, O Sonhador, O Fardo do Amor (adaptado ao cinema em 2004), Amesterdão (vencedor do Booker Prize em 1998), Expiação (prémios US National Book Critics Circle 2002 e WH Smith 2002 para o melhor livro de ficção, adaptado ao cinema por John Wright), Sábado (Prémio James Tait Black Memorial) e Na Praia de Chesil (nomeado para Galaxy Book of the Year 2008 nos British Book Awards onde o autor foi também nomeado para Reader's Digest Author of the Year). Publicou em 2009 um libreto para uma ópera de Michael Berkeley intitulado Por Ti.

Todas as suas obras são publicadas em Portugal pela Gradiva. Assinou também vários argumentos para cinema, entre os quais, The Imitation Game, The Ploughman’s Lunch, Sour Sweet e The Good Son.

Ian McEwan vive actualmente em Londres.