Newsletter
Receba as nossas novidades na sua caixa de correio.


Descarregue aqui o catálogo da editora em formato pdf.
10%
O Silêncio Solar das Manhãs
Colecção: Fora de Colecção

Páginas: 44
Ano de edição: 2014
ISBN: 978-989-616-584-0
Capa: Brochado (capa mole)
10,8 €
9,72 €

Quantidade:
Sinopse

Com ilustrações de Alves André


Num pequeno livro que é uma jóia de grande sensibilidade, encontramos os poemas de António Canteiro ricamente ilustrados pelas aguarelas de Alves André. Da escrita, o júri do Prémio Nacional de Poesia Sebastião da Gama apreciou sobretudo «a sua força de imagens, o domínio metafórico e a experiência de oficina de escrita que demonstra». Para os apreciadores de boa poesia.

O livro O Silêncio Solar das Manhãs venceu o Prémio Nacional de Poesia Sebastião da Gama, em 2013.
Autor(es)
ANTÓNIO CANTEIRO, pseudónimo de João Carlos Costa da Cruz, nasceu em 1964, em S. Caetano. Vive atualmente em Barracão, Febres. Conta com as seguintes obras publicadas:

Parede de Adobo (CSPSC), romance de estreia que recebeu Menção Honrosa do Prémio Literário Carlos de Oliveira),em 2005;

Ao Redor dos Muros (Gradiva), romance que venceu o Prémio Literário Alves Redol, em 2009;

Largo da Capella (Gradiva), romance que obteve a Menção Honrosa do Prémio Literário João Gaspar Simões, em 2011;

O Silêncio Solar das Manhãs
(Gradiva) venceu o Prémio Nacional de Poesia Sebastião da Gama, em 2013;

Logo À Tarde Vai Estar Frio (Gradiva), romance galardoado com Menção Especial do Júri, no Prémio João José Cochofel/Casa da Escrita de Coimbra, e vencedor, em 2015, do Prémio Literário Maria Amália Vaz de Carvalho;

Na Luz das Janelas Pestanejam as Sombras
(Ed. LASA), livro de poesia que arrecadou o Prémio Bocage, em 2015;

A Luz Vem das Pedras, romance agora dado à estampa, que venceu em 2015 o Prémio Alves Redol.