Newsletter
Receba as nossas novidades na sua caixa de correio.


Descarregue aqui o catálogo da editora em formato pdf.
50%
Fronteiras da Ciência
Desenvolvimentos Recentes - Desafios Futuros
Colecção: Ciência Aberta

Páginas: 296
Ano de edição: 2003
ISBN: 978-972-662-923-8
14,64 €
7,32 €


Sinopse
Fronteiras da Ciência
Desenvolvimentos Recentes - Desafios Futuros

A palavra «fronteiras» pode ser tomada em diferentes sentidos. Pode referir-se aos limites, necessariamente provisórios, entre o conhecido e o desconhecido, ou aos limites entre o possível e o impossível, e, dentro do possível, entre o desejável e o indesejável. Fronteiras podem também ser as delimitações, nem smpre nítidas, entre ciência e não-ciência, e dentro da ciência, entre as várias disciplinas.
Quais são então as fronteiras da ciência? Neste livro, a resposta a esta pergunta é dada, segundo as mais diferentes perspectivas, por um conjunto notável de personalidades, cientistas ou não, entre as quais se contam três Prémios Nobel.

RUI FAUSTO, CARLOS FIOLHAIS e JOÃO FILIPE QUEIRÓ são, respectivamente, professores de Química, Física e Matemática na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
Autor(es)
CARLOS FIOLHAIS (n. 1956).

Doutorado na Universidade Goethe, em Frankfurt am Main, em 1982. É professor de Física na Universidade de Coimbra. Publicou mais de 60 livros, alguns deles editados noutros países, entre os quais, na Gradiva,  Física Divertida, Nova Física DivertidaA Coisa Mais Preciosa que Temos, Curiosidade Apaixonada, Engenho Luso e Outras Crónicas, Darwin aos Tiros e Outras Histórias de Ciência e Pipocas com Telemóvel e Outras Histórias de Falsa Ciência (os dois últimos com David Marçal).

Foi Director da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra.

É um dos cientistas e divulgadores de ciência mais conhecidos em Portugal. Foi agraciado com vários prémios e distinções, entre os quais um Globo de Ouro da SIC e a Ordem do Infante D. Henrique.

Consulte o blog do autor em http://dererummundi.blogspot.com.

Foi o vencedor do Grande Prémio Ciência Viva Montepio 2017.



João Filipe Queiró é professor do Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
Rui Fausto