Newsletter
Receba as nossas novidades na sua caixa de correio.
10%
O Jackpot Cósmico
Porque é o nosso universo mesmo bom para a vida
Autor: Paul Davies
Colecção: Ciência Aberta

Páginas: 467
Ano de edição: 2009
ISBN: 978-989-616-339-6
Capa: Brochado (capa mole)
25,24 €
22,72 €

Quantidade:
Sinopse

«Davies é corajoso, divertido e convincente.» Nature

 

Porque parece o nosso universo talhado à medida para a vida? Ter-nos-á saído o jackpot cósmico? Com uma mistura bem conseguida de ciência, metafísica e filosofia, Davies afirma que a vida e, em última análise, a consciência não são produtos secundários acidentais da natureza, mas agentes essenciais na evolução do universo, determinantes para o seu percurso. Para conhecer o nosso papel e o nosso lugar no universo em que vivemos.

 

No seu estilo caracteristicamente claro e elegante, Davies revela que as descobertas científicas mais recentes apontam para um facto surpreendente: muitos aspectos diferentes do cosmos – das propriedades do humilde átomo de carbono à velocidade da luz – parecem concorrer de modo perfeito para a criação de vida. Se alguma das leis ou constantes físicas que regem o universo tivesse sido nem que fosse um tudo-nada diferente, a vida tal como a conhecemos seria impossível. Uma nova teoria radical diz que isso se deve ao facto de o nosso universo ser apenas um de um número infinito de universos, cada um dos quais ligeiramente diferente dos restantes. O nosso universo só é bioamigável por acaso – sucedeu que ganhámos o jackpot cósmico.

 

Mas Davies pensa que há uma solução mais satisfatória para o problema da existência: as observações que fazemos hoje podem ajudar a moldar a natureza da realidade no passado remoto. Se isto for verdade, a vida e, em última análise, a consciência não são apenas produtos secundários acidentais da natureza, mas agentes essenciais na evolução do universo.

 

Com uma mistura bem conseguida de ciência, metafísica e filosofia, o físico e cosmólogo Paul Davies discute as implicações do facto de as condições do nosso universo serem perfeitas para a vida, um conceito conhecido como «princípio antrópico», e oferece uma visão clara da ciência mais de ponta desafiando-nos a pensar o cosmos e o nosso lugar nele de uma maneira nova e empolgante.

Autor(es)
Paul Davies